Crossovers frustrantes, até quando? Crossovers frustrantes, até quando?

Crossovers frustrantes, até quando? 

Não é de hoje que tanto Marvel quanto DC adoram criar sagas onde duas de suas super equipes (geralmente de heróis) saem no tapa por discordar de algum assunto importante. Geralmente a briga acontece apenas dentre seu próprio universo, como, por exemplo, a saga Liga da Justiça vs Titãs e Vingadores vs X-Men. Mas também temos a mistura entre as e ...

The Wicked + The Divine – Crítica The Wicked + The Divine – Crítica

The Wicked + The Divine - Crítica 

Olá caro leitor, você achou que tinha acabado? NÃO! Estamos aqui e a vida continua. E falando em vida, a crítica de hoje é sobre… (você já leu o título do post certo?) Bom, The Wicked + The Divine foi uma compra que fiz totalmente no escuro, li apenas a sinopse e boom!, cliquei no comprar. Sobre o que estou falando? É o seguinte: A cada n ...

Boletim de notícias do Hellboy Boletim de notícias do Hellboy

Boletim de notícias do Hellboy 

O Hellboy é sem dúvida um dos nossos personagens favoritos, e ultimamente ele tem estado em evidência por diversos motivos e em diversas mídias. Decidimos reunir aqui  as últimas notícias do nosso diabão favorito para você acompanhar tudo o que acontece com o personagem. Nos quadrinhos: a Mythos Editora, responsável por lançar Hellboy no Brasil ...

Chico Bento – Arvorada Chico Bento – Arvorada

Chico Bento - Arvorada 

Chico Bento – Arvorada foi a segunda aparição do caipira criado por Maurício de Sousa na linha Graphic MSP. Dessa vez o trabalho ficou todo por conta de Orlandeli, que fez a arte e roteiro. Fazer sozinho uma obra que fique à altura da expectativa dos fãs da linha MSP não é fácil, pois mesmo que alguns volumes não tenham ficado tão bons, n ...

Visão, o sintozóide pai de família Visão, o sintozóide pai de família

Visão, o sintozóide pai de família 

Todo mundo já conhece o Visão. O clássico e muito carismático vingador criado por Ultron para derrotar os Vingadores. O personagem já teve seus altos e baixos tanto na vida quanto nas histórias, mas sempre teve cadeira cativa entre meus vingadores favoritos. Mas esse post não é para falar sobre a trajetória do personagem, mas sim sobre aonde el ...

Karnak Karnak

Karnak 

Desde que os Inumanos ganharam mais destaque na Marvel, muitas mudanças aconteceram e um personagem específico passou a ser muito mais interessante: Karnak. Desde sua criação pelas mãos de Stan Lee e Jack Kirby, Karnak era o inumano baixinho, cabeçudo, com roupa verde, bigodinho e a sensacional habilidade de encontrar as falhas e/ou pontos fra ...

M
01
mar
2013

Retorno ao Gantz | Sangrento e assustador

Gibas
//
Sem Comentários

Após uns 8 meses sem ler Gantz, em parte por que os lançamentos haviam parado e em parte por que quando voltou eu comprei e esqueci na gaveta, nos últimos dois dias li três volumes da série (30 a 32), pelo menos uns 18 capítulos em sequência. E meus bons amigos, vou dizer uma coisa, eu havia esquecido o quanto Gantz é violento, perturbador e crítico. É tanta informação e tão pesado que estou até com dificuldade de dormir.

Vamos por partes. Primeiro a violência. Gantz realmente possui violência em excesso, às vezes gratuita e sem sentido. Cenas para chocar e causar desconforto no leitor. Um leitor acostumado a conto de fadas não se dá muito bem com Gantz, onde a morte está sempre presente e os finais felizes são escassos. Pode-se ficar um pouco perturbado com os acontecimentos em Gantz onde parece que o valor da vida está caindo e matar sempre parece ser a melhor opção para sobreviver. E o fato de serem alienígenas matando humanos e vice-versa, não faz você ficar do lado de ninguém. As duas raças são impiedosas e sanguinárias quando se trata de sobreviver.

Mas nem tudo em Gantz é para horrorizar. Há um lado crítico e metafórico também. Alienígenas gigantes, lavando, estripando, cortando, escaldando e comendo seres humanos, não é nem um pouco diferente do que fazemos com vacas, lagostas (para entender o por que das lagostas, veja a galeria de imagens no fim do post) e outros tantos animais. Mas só sentimos algo de ruim quando vemos isso sendo feito com humanos, só assim nos causa estranheza e repulsa.

Gantz sempre irá causar opiniões muito diferentes. É a essência da frase: ame-o ou deixe-o! Não há meio termo. A todos que se proporem a ler, um aviso, a coisa é séria, ter estomago forte é um requisito e querer sentir um pouco de raiva ou repulsa também. Por ser um mangá muito visual, a falta de diálogos e longos textos deixa a leitura muito dinâmica e ação parece estar realmente acontecendo. É um filme macabro sobre aliens malditos em papel de jornal (nossa isso ficou bem ruin).

Para quem quiser ver mais, tem outras imagens na galeria abaixo. (Aconselhável para maiores de 18)

[nggallery id=2]

Posts Relacionados

Freezing, somente p/... Um dos atuais lançamentos da JBC, que foi adquirido por pressão do marido no últ...
One Punch Man vol.1 ... E é verdade! O volume 2 do mangá One Punch Man me fez rir de verdade. E vária...
Gantz, o quase final... Acabo de ler a edição 35 do mangá Gantz e pensei: não é possível, a história tem...
Gangsta – Sold... Procurando por aí, um novo mangá para ler e gostar, acabei esbarrando em Gangsta...
>> Comentários