Crossovers frustrantes, até quando? Crossovers frustrantes, até quando?

Crossovers frustrantes, até quando? 

Não é de hoje que tanto Marvel quanto DC adoram criar sagas onde duas de suas super equipes (geralmente de heróis) saem no tapa por discordar de algum assunto importante. Geralmente a briga acontece apenas dentre seu próprio universo, como, por exemplo, a saga Liga da Justiça vs Titãs e Vingadores vs X-Men. Mas também temos a mistura entre as e ...

The Wicked + The Divine – Crítica The Wicked + The Divine – Crítica

The Wicked + The Divine - Crítica 

Olá caro leitor, você achou que tinha acabado? NÃO! Estamos aqui e a vida continua. E falando em vida, a crítica de hoje é sobre… (você já leu o título do post certo?) Bom, The Wicked + The Divine foi uma compra que fiz totalmente no escuro, li apenas a sinopse e boom!, cliquei no comprar. Sobre o que estou falando? É o seguinte: A cada n ...

Boletim de notícias do Hellboy Boletim de notícias do Hellboy

Boletim de notícias do Hellboy 

O Hellboy é sem dúvida um dos nossos personagens favoritos, e ultimamente ele tem estado em evidência por diversos motivos e em diversas mídias. Decidimos reunir aqui  as últimas notícias do nosso diabão favorito para você acompanhar tudo o que acontece com o personagem. Nos quadrinhos: a Mythos Editora, responsável por lançar Hellboy no Brasil ...

Chico Bento – Arvorada Chico Bento – Arvorada

Chico Bento - Arvorada 

Chico Bento – Arvorada foi a segunda aparição do caipira criado por Maurício de Sousa na linha Graphic MSP. Dessa vez o trabalho ficou todo por conta de Orlandeli, que fez a arte e roteiro. Fazer sozinho uma obra que fique à altura da expectativa dos fãs da linha MSP não é fácil, pois mesmo que alguns volumes não tenham ficado tão bons, n ...

Visão, o sintozóide pai de família Visão, o sintozóide pai de família

Visão, o sintozóide pai de família 

Todo mundo já conhece o Visão. O clássico e muito carismático vingador criado por Ultron para derrotar os Vingadores. O personagem já teve seus altos e baixos tanto na vida quanto nas histórias, mas sempre teve cadeira cativa entre meus vingadores favoritos. Mas esse post não é para falar sobre a trajetória do personagem, mas sim sobre aonde el ...

Karnak Karnak

Karnak 

Desde que os Inumanos ganharam mais destaque na Marvel, muitas mudanças aconteceram e um personagem específico passou a ser muito mais interessante: Karnak. Desde sua criação pelas mãos de Stan Lee e Jack Kirby, Karnak era o inumano baixinho, cabeçudo, com roupa verde, bigodinho e a sensacional habilidade de encontrar as falhas e/ou pontos fra ...

A
17
fev
2016

Asterix: O Papiro de César – Crítica

1berto
//
Sem Comentários

Uma vez mais fomos agraciados com um novo volume de Asterix, e novamente pelas competentes mãos de Jean-Yves Ferri (roteiro) e Didier Conrad (desenhos). Responsáveis pelo última história do pequeno gaulês, Asterix entre os Pictos, a dupla mostra novamente que não somente tem um grande respeito pela obra de Renné Goscinny e Albert Uderzo, mas que também possuem capacidade de dar continuidade à ela de maneira bem competente.

AsterixPapiroCesar_Trecho

Obviamente é  difícil evitar comparações, não somente com a última edição feita por eles, mas também com as antigas do autores originais. Em relação ao último volume, eles claramente evoluíram: o novo é mais divertido, cômico e bem desenhado. O problema é na hora de avaliarmos em relação aos antigos clássicos, pois Asterix teve duas fases, e fazer qualquer comparação sem distingui-las pode ser bem injusto.

Renné Goscinny era um gênio que partiu cedo demais. Seus roteiros de Asterix eram fantásticos e as referências históricas ótimas (dica: ler os álbuns de Lucky Luke escritos por ele), e junto com Uderzo que, é um tremendo desenhista, eles criaram histórias memoráveis. Mas infelizmente toda essa qualidade se perdeu quando Goscinny morreu e Uderzo passou a escrever e desenhar as histórias sozinho. Uderzo criou algumas edições boas e outras ruins, ma de maneira geral, o padrão havia caído muito e até mesmo alguns detalhes do universo de Asterix foram alterados.

obelix

Enfim, se comparadas às histórias mais clássicas de Asterix, as novas chegaram perto (principalmente a arte) do antigo padrão de qualidade, mais ainda não estão no mesmo patamar. E se comparadas às edições feitas somente por Uderzo, elas superaram e deram novo fôlego à franquia. Considerando tudo que já foi feito desde que a primeira edição foi lançada em 1959, nada mais justo do que considerar a fase atual um grande sucesso.

nota-hqqisso-4

Posts Relacionados

Top 5 melhores parce... Quem são os melhores companheiros/parceiros/sidekicks dos quadrinhos??? Eles ap...
Os arquivos secretos... Navegando despretensiosamente pela internet hoje, não sei porquê, decidi entrar ...
Zumbis em São Paulo,... São Paulo é invadida por zumbis Mais um projeto de crowdfunding. Estou gosta...
Quadrinhos para leig... Segunda parte da nossa série de posts indicando quadrinhos para pessoas ainda in...
>> Comentários