Crossovers frustrantes, até quando? Crossovers frustrantes, até quando?

Crossovers frustrantes, até quando? 

Não é de hoje que tanto Marvel quanto DC adoram criar sagas onde duas de suas super equipes (geralmente de heróis) saem no tapa por discordar de algum assunto importante. Geralmente a briga acontece apenas dentre seu próprio universo, como, por exemplo, a saga Liga da Justiça vs Titãs e Vingadores vs X-Men. Mas também temos a mistura entre as e ...

The Wicked + The Divine – Crítica The Wicked + The Divine – Crítica

The Wicked + The Divine - Crítica 

Olá caro leitor, você achou que tinha acabado? NÃO! Estamos aqui e a vida continua. E falando em vida, a crítica de hoje é sobre… (você já leu o título do post certo?) Bom, The Wicked + The Divine foi uma compra que fiz totalmente no escuro, li apenas a sinopse e boom!, cliquei no comprar. Sobre o que estou falando? É o seguinte: A cada n ...

Boletim de notícias do Hellboy Boletim de notícias do Hellboy

Boletim de notícias do Hellboy 

O Hellboy é sem dúvida um dos nossos personagens favoritos, e ultimamente ele tem estado em evidência por diversos motivos e em diversas mídias. Decidimos reunir aqui  as últimas notícias do nosso diabão favorito para você acompanhar tudo o que acontece com o personagem. Nos quadrinhos: a Mythos Editora, responsável por lançar Hellboy no Brasil ...

Chico Bento – Arvorada Chico Bento – Arvorada

Chico Bento - Arvorada 

Chico Bento – Arvorada foi a segunda aparição do caipira criado por Maurício de Sousa na linha Graphic MSP. Dessa vez o trabalho ficou todo por conta de Orlandeli, que fez a arte e roteiro. Fazer sozinho uma obra que fique à altura da expectativa dos fãs da linha MSP não é fácil, pois mesmo que alguns volumes não tenham ficado tão bons, n ...

Visão, o sintozóide pai de família Visão, o sintozóide pai de família

Visão, o sintozóide pai de família 

Todo mundo já conhece o Visão. O clássico e muito carismático vingador criado por Ultron para derrotar os Vingadores. O personagem já teve seus altos e baixos tanto na vida quanto nas histórias, mas sempre teve cadeira cativa entre meus vingadores favoritos. Mas esse post não é para falar sobre a trajetória do personagem, mas sim sobre aonde el ...

Karnak Karnak

Karnak 

Desde que os Inumanos ganharam mais destaque na Marvel, muitas mudanças aconteceram e um personagem específico passou a ser muito mais interessante: Karnak. Desde sua criação pelas mãos de Stan Lee e Jack Kirby, Karnak era o inumano baixinho, cabeçudo, com roupa verde, bigodinho e a sensacional habilidade de encontrar as falhas e/ou pontos fra ...

P
01
set
2017

The Wicked + The Divine – Crítica

Gibas
//
Sem Comentários

Olá caro leitor, você achou que tinha acabado?

NÃO! Estamos aqui e a vida continua. E falando em vida, a crítica de hoje é sobre… (você já leu o título do post certo?)

Bom, The Wicked + The Divine foi uma compra que fiz totalmente no escuro, li apenas a sinopse e boom!, cliquei no comprar.

Sobre o que estou falando? É o seguinte: A cada noventa anos, doze deuses reencarnam como humanos. Eles são amados. Eles são odiados. E dentro de dois anos, eles morrem. Bem-vindo a THE WICKED + THE DIVINE, onde deuses são as estrelas supremas do pop. Mas lembre-se: só porque você é imortal, não significa que vá viver pra sempre.

E foi com essa sinopse que eu comprei a HQ lá naquela loja, que vende vários livros, ela tem um sorriso amarelo, sabe qual é?

Pois bem, comprei, li e a leitura é rápida e gostei.

Vai ser o seu melhor quadrinho de 2017? Acho que não.

Mas ele possui várias coisas boas e acredito que é um ótimo início para um universo muito maior e muito rico.

Na história, acompanhamos uma jovem que está indo para um show. Esse show é apresentado por uma deusa. Se ela é uma divindade ou não, muitos acreditam e outros duvidam.

O que importa é que os deuses fazem sucesso. O problema é que ele dura apenas 2 anos. Sendo assim, alguns deuses decidem aproveitar da melhor forma possível.

É assim que nossa personagem principal, Laura, acaba conhecendo outros deuses e é apresentada ao Panteão.

Nele estão deuses como: Amaterasu (deusa xintoísta), Lúcifer, Baal (deus semítico), Baphomet (deus pagão), Sakhmet (deusa egípcia), Woden (deus nórdico), dentre vários outros.

O interessante é o que autor Kieron Gillen, se baseou em ícones da nossa cultura pop para criar seus personagens.

Por exemplo, a deusa Amaterasu é baseada nas cantoras Florence Welch, vocalista da banda Florence + The Machine, e Stevie Nicks, do Fleetwood Mac.

Com toda essa mistura de deuses, cultura pop e uma imortalidade com prazo de validade, é claro que a hq tem ótimos diálogos e situações que fazem referências a cultura e o cotidiano.

Tudo desanda quando Lúcifer é acusada de um crime que não cometeu. Laura então se aproxima mais de Lúcifer e se complica também com o Panteão dos deuses.

O mérito de Gillen é criar uma história complexa mas rápida, com acontecimentos importantes e diálogos simples, que servem como uma gigantesca alegoria para os dias atuais, onde os nossos deuses da cultura pop realmente existem e muitos “vivem” até menos de 2 anos.

NOTA HQQISSO:

 

 

Bom pessoal, espero que vocês tenham a oportunidade de ler, deixo aqui os link para o volume 1 e volume 2.

Um abraço, boas leituras e até a próxima!

Posts Relacionados

HQ Star Wars: Darth ... Imagina o que Darth Vader faria pra encontrar o culpados pela destruição da ...
>> Comentários