Crossovers frustrantes, até quando? Crossovers frustrantes, até quando?

Crossovers frustrantes, até quando? 

Não é de hoje que tanto Marvel quanto DC adoram criar sagas onde duas de suas super equipes (geralmente de heróis) saem no tapa por discordar de algum assunto importante. Geralmente a briga acontece apenas dentre seu próprio universo, como, por exemplo, a saga Liga da Justiça vs Titãs e Vingadores vs X-Men. Mas também temos a mistura entre as e ...

The Wicked + The Divine – Crítica The Wicked + The Divine – Crítica

The Wicked + The Divine - Crítica 

Olá caro leitor, você achou que tinha acabado? NÃO! Estamos aqui e a vida continua. E falando em vida, a crítica de hoje é sobre… (você já leu o título do post certo?) Bom, The Wicked + The Divine foi uma compra que fiz totalmente no escuro, li apenas a sinopse e boom!, cliquei no comprar. Sobre o que estou falando? É o seguinte: A cada n ...

Boletim de notícias do Hellboy Boletim de notícias do Hellboy

Boletim de notícias do Hellboy 

O Hellboy é sem dúvida um dos nossos personagens favoritos, e ultimamente ele tem estado em evidência por diversos motivos e em diversas mídias. Decidimos reunir aqui  as últimas notícias do nosso diabão favorito para você acompanhar tudo o que acontece com o personagem. Nos quadrinhos: a Mythos Editora, responsável por lançar Hellboy no Brasil ...

Chico Bento – Arvorada Chico Bento – Arvorada

Chico Bento - Arvorada 

Chico Bento – Arvorada foi a segunda aparição do caipira criado por Maurício de Sousa na linha Graphic MSP. Dessa vez o trabalho ficou todo por conta de Orlandeli, que fez a arte e roteiro. Fazer sozinho uma obra que fique à altura da expectativa dos fãs da linha MSP não é fácil, pois mesmo que alguns volumes não tenham ficado tão bons, n ...

Visão, o sintozóide pai de família Visão, o sintozóide pai de família

Visão, o sintozóide pai de família 

Todo mundo já conhece o Visão. O clássico e muito carismático vingador criado por Ultron para derrotar os Vingadores. O personagem já teve seus altos e baixos tanto na vida quanto nas histórias, mas sempre teve cadeira cativa entre meus vingadores favoritos. Mas esse post não é para falar sobre a trajetória do personagem, mas sim sobre aonde el ...

Karnak Karnak

Karnak 

Desde que os Inumanos ganharam mais destaque na Marvel, muitas mudanças aconteceram e um personagem específico passou a ser muito mais interessante: Karnak. Desde sua criação pelas mãos de Stan Lee e Jack Kirby, Karnak era o inumano baixinho, cabeçudo, com roupa verde, bigodinho e a sensacional habilidade de encontrar as falhas e/ou pontos fra ...

P
03
mar
2015

Super-heróis e as histórias sem fim

1berto
//
Sem Comentários

O que todos os super-heróis da Marvel, DC e companhia tem em comum? Não são os uniformes coloridos, super poderes ou identidades secretas. A maior característica que, infelizmente, todos compartilham é a falta de um final para suas histórias. Toda boa história tem uma conclusão, seja em filmes, livros ou séries, e toda vez que a indústria decide estender por mais tempo essa história apenas para vender e lucrar mais quem sai perdendo é o consumidor. E nenhuma mídia exemplifica melhor isso do que as dos quadrinhos.

Personagens como Batman, Homem-Aranha e Superman existem há décadas e dificilmente passa pela cabeça de alguém parar de publicar suas aventuras mensais. E por que deveriam? Eles tem milhares de fãs e rendem muitos dinheiro há anos, principalmente nos últimos, devido ao sucesso de seus filmes no cinema. Então por que parar? Porque a cada ano que passa esses mesmos personagens perdem cada vez mais suas identidades, são reinventados dezenas de vezes e quase sempre deixam ter o carisma que já tiveram antigamente.

Se algum leitor mais velho tentar puxar na memória as histórias que já leu do Batman, com certeza conseguirá se lembrar de meia dúzia de arcos clássicos de qualidade inquestionável, no entanto, o Batman existe há tantos anos que se formos comparar a quantidade de material medíocre com a de material realmente bom lançada ao longo do tempo teremos vontade de assassinar a personagem de vez. E isso ocorre porque ao invés das editoras darem liberdade para seus roteiristas criarem histórias com começo, meio e fim, elas insistem em manter revistas mensais onde misturam vários autores e personagens numa bagunça tão sem sentido que eventualmente não há saída senão recomeçar tudo do zero e esquecer o que veio antes através de alguma “grande saga”.

O objetivo aqui não é defender o fim definitivo de todos os personagens clássicos que vemos nas bancas hoje, mas sim combater as publicações medíocres que as maiores editoras insistem em empurrar aos leitores. Existe um motivo para artistas como Brian K. Vaughan, que criam obras autorais e finitas, serem figurinhas carimbadas nos prêmios Eisner. A única solução a curto prazo é: invista seu dinheiro em obras alternativas ou economize para comprar os encadernados, porque ler as mensais só compensa mesmo pela internet.

Posts Relacionados

HQ – When the ... Minha ideia inicial para este post era adicionar mais conteúdo à nossa bibliotec...
Mickey super-herói Mickey Mouse não se contenta em ser apenas o camundongo aventureiro e garoto-pro...
Quadrinhos para leig... Certo dia pensando no que escrever e sofrendo com falta de inspiração, perguntei...
Eisner Awards 2012 |... Saiu a lista dos indicados ao prêmio Eisner e os brasileiros deram uma sumida da...
>> Comentários