3 motivos para você ler One Punch-Man agora! 3 motivos para você ler One Punch-Man agora!

3 motivos para você ler One Punch-Man agora! 

Esse post é só pra quem gosta de mangá mesmo. Pra quem já leu muita coisa, já cansou e quer respirar novos ares dos quadrinhos orientais. Já fiz um post falando sobre o quanto eu gostei das duas primeiras edições desse mangá. Clique aqui para ler o post. O problema é que a história não parou de melhorar. Já foi lançada a edição 9 aqui no Brasil ...

Crítica: O Divino Crítica: O Divino

Crítica: O Divino 

O Divino é um quadrinho lançado pela Editora Novo Século através do selo Geektopia (inclusive, aconselho você a pesquisar outros quadrinhos com esse selo, pois tem coisa muito boa como Wicked + Divine). Na história acompanhamos um homem que decidi ir para um país remoto chamado Quanlun, ele acabou de não conseguir uma promoção, sua mulher está ...

Crossovers frustrantes, até quando? Crossovers frustrantes, até quando?

Crossovers frustrantes, até quando? 

Não é de hoje que tanto Marvel quanto DC adoram criar sagas onde duas de suas super equipes (geralmente de heróis) saem no tapa por discordar de algum assunto importante. Geralmente a briga acontece apenas dentre seu próprio universo, como, por exemplo, a saga Liga da Justiça vs Titãs e Vingadores vs X-Men. Mas também temos a mistura entre as e ...

The Wicked + The Divine – Crítica The Wicked + The Divine – Crítica

The Wicked + The Divine - Crítica 

Olá caro leitor, você achou que tinha acabado? NÃO! Estamos aqui e a vida continua. E falando em vida, a crítica de hoje é sobre… (você já leu o título do post certo?) Bom, The Wicked + The Divine foi uma compra que fiz totalmente no escuro, li apenas a sinopse e boom!, cliquei no comprar. Sobre o que estou falando? É o seguinte: A cada n ...

Boletim de notícias do Hellboy Boletim de notícias do Hellboy

Boletim de notícias do Hellboy 

O Hellboy é sem dúvida um dos nossos personagens favoritos, e ultimamente ele tem estado em evidência por diversos motivos e em diversas mídias. Decidimos reunir aqui  as últimas notícias do nosso diabão favorito para você acompanhar tudo o que acontece com o personagem. Nos quadrinhos: a Mythos Editora, responsável por lançar Hellboy no Brasil ...

Chico Bento – Arvorada Chico Bento – Arvorada

Chico Bento - Arvorada 

Chico Bento – Arvorada foi a segunda aparição do caipira criado por Maurício de Sousa na linha Graphic MSP. Dessa vez o trabalho ficou todo por conta de Orlandeli, que fez a arte e roteiro. Fazer sozinho uma obra que fique à altura da expectativa dos fãs da linha MSP não é fácil, pois mesmo que alguns volumes não tenham ficado tão bons, n ...

M
04
jul
2013

Kenshin | Sangue e Passado de um Samurai

Gibas
//
Sem Comentários

A saga de Kenshin já está no 8º volume e agora eu posso falar uma pouco melhor sobre a história, o desenvolvimento do personagem e o que faz eu gostar tanto de Rurouni Kenshin.

A história de Kenshin

Antes de ler Kenshin, eu esperava batalhas, samurais por todas as partes e muito sangue. Acontece que este mangá se passa na Era Meiji, 10 anos após a restauração que terminou com o sistema feudal, acabando com 26 décadas de Xogunato Tokugawa e iniciando o que seria a preparação do Japão para o capitalismo. Então as grandes batalhas passaram, o passado de Kenshin é extremamente sangrento, pois ele participou ativamente da Restauração, mas só temos flashes desse passado e cada vez que uma memória de Kenshin é apresentada, o personagem vai se construindo e ganhando carisma, ganhando cada vez mais atenção e após 8 volumes fica claro que o passado de alguém que foi chamado de Battousai (pessoa que corta), O Retalhador, sempre estará de volta para assombrá-lo.

Kenshin viveu os últimos anos do período Edo do Japão, participou das guerras de derrubaram o Xogum e instauraram o Império do Japão, mas agora ele vive como andarilho e não é uma pessoa má. Apesar de tentar fugir de seu passado o mangá sempre apresenta algum personagem que é um antigo conhecido ou inimigo e aos poucos nosso samurai tem que voltar a ser o retalhador que um dia foi. A diferença é que agora é tem pessoas próximas que gostam dele e com isso ele deve decidir se afastar delas para que os problemas que o perseguem não machuquem essas pessoas próximas. Cada personagem que Kenshin encontra e convive serve para descobrirmos um pouco mais sobre o samurai.

Arte, Espada e Violência

Falando um pouco sobre o mangá, aqui no Brasil ele está sendo relançado em um formato novo, com um papel de qualidade (sem ser aquele papel jornal fudi…) e mais páginas por volume. Quanto ao desenho, eu acredito que este seja um dos melhores mangás para apresentar cenas de ação e muito movimento. Como não são utilizados vários rabiscos para representar movimentos, as linhas mais limpas ajudam a entender o que está acontecendo e muitas vezes, por se tratar de luta com espadas, os movimentos são tão rápidos que apenas desenhar o início e o final do movimento já bastam para entendermos o que aconteceu. E isso fica ótimo no mangá, que por diversas vezes você ficará parado, com medo de passar a página, porque os dois combatentes estão de pé ao final da luta e você sabe que quando virar a página, um deles irá cair. Morto ou quase isso. Quanto a violência no mangá, apesar das lutas e sangue, o personagem prega justamente o contrário. Ele usa uma espada com a lâmina ao contrário (Sakabattou), ou seja, ele acerta seus inimigos com parte cega da lâmina, ferindo o inimigos mas sem causar danos mortais. Este é um dos principais conceitos que me faz gostar do mangá. Um samurai que antes eliminava inimigos sem pensar se tornando um andarilho do bem, que não mata e prega a todo momento a não violência.

 

Kenshin e os outros personagens

Até agora no mangá, podemos definir alguns personagens que servem de apoio para construir a nova personalidade bondosa de Kenshin. Primeiro a jovem Kaoru, que não só aflora o lado prestativo como também o lado amoroso de Kenshin. Temos também Sanosuke que começou como inimigo e depois se tornou um aliado percebendo que o samurai não é apenas forte com a espada mas também com as palavras e sua sabedoria. E por fim, temos o pequeno Yahiko que desperta o lado pai e protetor de Kenshin, sempre disposto a proteger os inocentes e reparar qualquer mal que esteja acontecendo ao seu redor.

Kenshin realmente tem diversas coisas interessantes para falarmos. Por enquanto é isso que tenho para dizer, mas ao longo da história acredito que voltarei a fazer vários posts sobre ele. É uma história muita rica em detalhes, tanto de personagens quanto sobre a história do Japão, diversos fatos do mangá realmente aconteceram e vários personagens realmente existiram. Kenshin é uma ótima leitura para quem gosta de história, bons enredos e belas lutas de espada.

Um abraço a todos e até a próxima!

Posts Relacionados

Continuando com as n... Pois é pessoal, mais lançamentos! A JBC anunciou Rurouni Kenshin para novembr...
Kenshin, a aquisição... Chegou as bancas o aguardadíssimo! Por R$13,90 você adquiri um mangá muit...
>> Comentários